4º Encontro Internacional da Casa das Ciências

Os professores da ESE Almeida Garrett, Professora Doutora Maria Manuela Silva e Professor Doutor Manuel Loureiro, participaram no 4º Encontro Internacional da Casa das Ciências que decorreu de 10 a 12 de julho na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Os resultados da investigação realizada na ESE Almeida Garrett, na área do Ensino das Ciências e da Matemática, foram apresentados em duas conferências intituladas, “Educação para a Ciência e Ensino Experimental das Ciências no 1º Ciclo do Ensino Básico – Experiências sobre densidade” e “The textbook gap”, respetivamente.

Patrocinados nas suas primeira edições pela Fundação Gulbenkian, os Encontros Internacionais da Casa das Ciências têm vindo a congregar um número crescente de participantes – professores do ensino básico, secundário e superior – que, ao longo de uma variedade de conferências, painéis e workshops, apresentam e trocam as suas experiências e conhecimentos na área do ensino das ciências e da produção de recursos digitais.

O 3º Encontro Internacional, realizado no ano passado na cidade do Porto, contou com o alto patrocínio do Presidente da República. A Casa das Ciências disponibiliza graciosamente recursos digitais que são utilizados por professores de todo o mundo.

Este ano, o 4º Encontro Internacional da Casa das Ciências teve como tema central a “Educação Científica e Desenvolvimento Económico” e registou um número recorde de participantes, mais de 700. O impacto da formação científica dos jovens no nível de empregabilidade dos mesmos e no crescimento económico é algo que tem vindo a ser salientado por várias entidades. Recentemente, um estudo realizado na Austrália estimou que se 1% da força de trabalho fosse deslocada para a área das CTEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), o incremento do PIB poderia chegar a 5%. Apesar de em Portugal ainda não existir um plano estratégico para a educação na área das CTEM (nos EUA existe desde 2013), a Casa das Ciências tem protagonizado uma ação pioneira neste sentido.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *