A criação do Gabinete de Apoio à Inovação Psicopedagógica, pretende dotar a ESE Almeida Garrett de uma unidade especializada no acompanhamento e apoio à inovação psicopedagógica das práticas profissionais dos docentes em geral e, em particular, dos recém-formados por esta Escola Superior de Educação. Deste modo este Gabinete configura um precioso recurso para o constante aperfeiçoamento e atualização dos profissionais de educação e, por reflexo, da melhoria da qualidade das aprendizagens das crianças que frequentam os jardins de infância e estabelecimentos de ensino da comunidade envolvente.

A integração do GAIP nos serviços regulares da ESE Almeida Garrett reforça a sua vocação politécnica na medida em valoriza a prática pedagógica, como meio de colocar a teoria ao serviço do desenvolvimento educacional em contexto escolar.

A função do gabinete assenta no desempenho de um grupo docente multidisciplinar o qual abrange, concretamente, as áreas: da Psicologia, da Educação Pré-Escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico.

Objetivos específicos

  • Proporcionar aconselhamento e acompanhamento nos planos psicológico, educacional, didático e pedagógico, em situações de prática docente;
  • Acompanhar o processo educativo dos estudantes da ESE Almeida Garrett desde a sua entrada em mestrado até à finalização do mesmo;
  • Apoiar a adaptação dos recém-formados à iniciação do exercício profissional;
  • Aconselhar no plano psicológico, formas de intervenção que permitam resolver problemas de aprendizagem e de ensino emergentes no contexto quotidiano da profissionalidade dos diplomados pela ESE Almeida Garrett e também por docentes formados por outros estabelecimentos de ensino superior que recorram ao GAIP;
  • Prestar apoio psicopedagógico ao próprio docente de forma a permitir criar condições adequadas à resolução de problemas do âmbito pedagógico;
  • Proporcionar pareceres e assessorar outros serviços da ESE Almeida Garrett, nomeadamente no apoio técnico, pedagógico e metodológico dos mestrandos a nível das unidades curriculares integrantes do plano de estudos;
  • Apoio à realização de projetos de investigação, seminários e outros eventos de natureza educacional que promovam a otimização dos processos de ensino-aprendizagem numa lógica de inovação progressiva das práticas docentes.