CTeSP em Intervenção Social e Comunitária

Duração: 2 Anos (4 Semestres)
Diploma: Técnico Superior Profissional
ECTS: 120 ECTS

Direção: Professor Doutor Fernando Oliveira Pereira

Lecionado em: Português
Horário: Diurno e/ou Pós-Laboral

Nº de Registo: R/Cr 388/2015

Apresentação

Curso inovador de nível 5, na área 762 – Trabalho Social e Orientação, que habilita os seus diplomados para intervirem diretamente em diversos contextos de trabalho com Crianças, Jovens e Adultos.

O curso habilita a:
Conceber, implementar, coordenar e gerir projetos e programas de intervenção social e comunitária com a finalidade de promover a inclusão social, a mediação de conflitos, a criação de atividades educativas, a dinamização de grupos e a implementação de projetos educativos.

Saídas Profissionais:
Associações de Solidariedade Social, Casas de Acolhimento, Centros Sociais e Paroquiais, Autarquias, Agrupamentos de Escolas, Organizações não Governamentais, entre outros organismos públicos e privados.

Condições de Ingresso

Podem candidatar-se ao CTeSP em Intervenção Social e Comunitária, os cidadãos que sejam:

  • Titulares de Ensino Secundário;
    • O Plano de Estudos do Ensino Secundário, deverá incluir uma das seguintes disciplinas: Português; Matemática; Psicologia; Sociologia.
  • Tenham completado 23 anos até 31 de dezembro do ano anterior;
  • Titulares de DET (CET) ou DTeSP (CTeSP)
  • Titulares de Grau de Ensino Superior.

Podem, ainda, candidatar-se cidadãos, que não reúnam nenhuma das condições acima descritas, como Alunos Externos/Inscrições a Unidades Curriculares Isoladas.

Objetivos do Curso

O Curso Técnico Superior Profissional em Intervenção Social e Comunitária tem por objetivos formar técnicos superiores capazes de conceber, implementar, coordenar e gerir projetos e programas de intervenção social e comunitária com a finalidade de promover a cidadania e a identidade social, cultural e comunitária das populações, em geral, e a inclusão, a integração e a reinserção social, cultural, escolar, educativa, profissional e comunitária dos cidadãos e das populações, vivendo em condições e situações de vulnerabilidade social e comunitária, em particular.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Estudos Futuros

Saídas Profissionais

Associações de Solidariedade Social, Casas de Acolhimento, Centros Sociais e Paroquiais, Autarquias, Agrupamentos de Escolas, Organizações não Governamentais, entre outros organismos públicos e privados.

Áreas de Educação e Formação

  • Trabalho social e orientação;
  • Língua e literatura materna;
  • História e arqueologia;
  • Psicologia;
  • Direito;
  • Estatística;
  • Informática na ótica do utilizador;
  • Sociologia e outros estudos;
  • Gestão e administração;
  • Terapia e reabilitação.

Plano de Estudos

Diploma que aprova o Plano de Estudos: Aviso n.º 11707/2017, de 3 de outubro

1º Ano ECTS
História das Instituições Sociais e Comunitárias 6
Psicologia Social e Comunitária 6
Estatística e Modelação no apoio Familiar e Comunitário 6
Grupos de Risco e Inclusão Social 6
Problemas Sociais Contemporâneos 6
1º Ano ECTS
Métodos e Técnicas de Animação Sócio-Cultural 6
Técnicas de Expressão Oral e Escrita 6
Sociologia das Organizações 4
Intervenção Psicossocial: reabilitação e Reinserção Social 4
Educação para a Saúde e Higiene Alimentar 4
Empreendedorismo Social 6
2º Ano | 1º Semestre ECTS
Gestão e Dinamização de Equipamentos Sociais 6
Tecnologias de Informação e Comunicação na Intervenção Social e Comunitária 6
Introdução à Gestão de Projetos 3
Legislação e Políticas Sociais 6
Métodos e Técnicas de Investigação e Intervenção Social 3
Desenvolvimento Pessoal e Social 6
2º Ano | 2º Semestre ECTS
Estágio 30

Corpo Docente

Alexandra Luísa Pereira de Oliveira Licenciado Integral
Carla Patrícia Rodrigues de Sousa Teixeira dos Santos Doutor Integral
Cláudia Maria Serpa Garcia Doutor Parcial
Fernando Manuel Costa Oliveira Pereira Doutor Especialista Integral
João Licínio Cabral da Silva Mestre Parcial
Karliana Silva Oliveira Doutor Parcial
Luís Miguel Cardinho Ramos Fernandes Pereira Licenciado Parcial
Maria do Rosário Gonçalves Jorge Doutor Parcial
Maria Manuela Abreu da Silva Doutor Especialista Integral
Paulo César Drumond Braga Doutor Especialista Integral
Ricardo Manuel Simões Santos Mestre Parcial

Valores

Candidaturas

Titular de Ensino Secundário, CET, CTeSP e outros Cursos Médios e Superiores (*) 95 €
Mudança de Par Instituição/Curso e Reingresso 75 €
Maiores de 23 anos 120€

(*) Alunos provenientes de cursos do Grupo Lusófona têm 20% de desconto.

Matrícula & Inscrição

Matrícula (**) 110 €
Inscrição 55 €
Seguro Escolar 45 €

(**) 50% de desconto para alunos provenientes de CET ou CTeSP do Grupo Lusófona.

 

Registo de Aluno Externo 125 €

Propina

Propina Mensal

(Valor médio mensal para 30 ECTS para disciplinas semestrais)

153 €

Nota: Propina Mensal é paga em 11 prestações de setembro a julho;

Protocolos com Benefícios Educacionais

Clique nas categorias abaixo indicadas para consultar as entidades com a quais temos protocolos:

Associações
Bombeiros
Clubes
Empresas e Grupos Empresariais
Forças Armadas e Aviação Civil
Fundações e Academias
Hospitais
Instituições Religiosas
Institutos e Centros de Formação Profissional
Municípios e Empresas Municipais
Serviços sociais e Instituições de Solidariedade Social
Organismos Regionais
Sindicatos

Nota: Os alunos dispõem de 7 dias úteis após a data de inscrição para solicitar benefícios educacionais ao abrigo de protocolos.

A este ciclo de estudos aplicam-se as tabelas de propinas e emolumentos em vigor na ESE Almeida Garrett para o presente ano letivo.

Candidaturas

  • Consulte abaixo as condições de candidatura, os calendários e os documentos a entregar!
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.

Titular de Ensino Secundário

Condições de Acesso

Os candidatos ao CTeSP em Intervenção Social e Comunitária deverão ter concluído o Ensino Secundário (12º Ano) ou habilitação equivalente e ter obtido aprovação numa das seguintes áreas relevantes:

  • Português;
  • Matemática;
  • Psicologia;
  • Sociologia.

Caso não se verifique a aprovação numa destas áreas, o candidato terá de realizar uma prova de avaliação de conhecimentos que incide sobre os conhecimentos correspondentes ao nível do ensino secundário numa das áreas relevantes à escolha do candidato.

Documentos a Entregar

Pode submeter os documentos no formulário de candidatura online. Os mesmos poderão ser entregues posteriormente nos nossos serviços académicos ou enviados por correio.

  1. Certificado de Habilitações de conclusão do Ensino Secundário
  2. Documento de Identificação
Calendário de Candidatura

Concurso de Acesso a Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Calendário de Prova de Avaliação de Conhecimentos
(Exclusivo para os candidatos que não obtiveram aprovação numa das áreas relevantes)

Seriação & Colocação

Os candidatos serão seriados com base na classificação final do ensino secundário convertida numa escala de 0 a 200 com uma nota mínima de 95 pontos ou com base no resultado da prova de avaliação de conhecimentos. Os candidatos serão ordenados por ordem decrescente das respetivas classificações, sendo a sua colocação feita nas vagas existentes.

As listas de colocação serão tornadas públicas e com os resultados expressos da seguinte forma:

  1. Colocado
  2. Não colocado
  3. Excluído da candidatura
Mais Informações

Para mais informações, consulte o Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Maiores de 23 Anos

Candidatos que completem 23 anos até ao dia 31 de Dezembro, do ano que antecede a realização do exame para maiores de 23 anos e não sejam titulares da habilitação de acesso ao ensino superior.

Realização da Prova:

No cumprimento do disposto no Decreto-Lei nº 64/2006, de 21 de março, que regulamenta o acesso dos maiores de 23 anos ao ensino superior, estas provas destinam-se a avaliar a capacidade dos maiores de 23 anos para a frequência de um curso num estabelecimento de ensino superior. A avaliação de todos os candidatos integra:

  • Realização de uma prova teórica e/ou prática de avaliação de conhecimentos e competências indispensáveis para o ingresso no ensino superior;
  • Apreciação de currículo escolar e profissional;
  • Realização de uma entrevista para efeitos de avaliação das motivações do candidato.

Consulte o Regulamento das Provas de Admissão para Maiores de 23 Anos.

Documentos a Entregar
  1. Certificado de Habilitações
  2. Certificados de Formação Complementar (Opcional)
  3. Curriculum Vitae (Datado e Assinado)
  4. Comprovativos de Experiência Profissional e outras Atividades
  5. Documento de Identificação
Calendário de Candidatura

Provas de Acesso ao Ensino Superior para Maiores de 23 Anos

Seriação & Colocação

Os candidatos serão seriados com base na classificação final da Prova de Admissão para Maiores de 23 Anos, convertida numa escala de 0 a 200 com uma nota mínima de 95 pontos. Os candidatos serão ordenados por ordem decrescente das respetivas classificações, sendo a sua colocação feita nas vagas existentes.

As listas de colocação serão tornadas públicas e com os resultados expressos da seguinte forma:

  1. Colocado
  2. Não colocado
  3. Excluído da candidatura
Mais Informações

Para mais informações, consulte o Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais.

Titular de CET/CTeSP

Condições de Ingresso

Para candidatos que sejam titulares de um DET – Diploma de Especialização Tecnológica (CET) ou de um DTeSP – Diploma de Técnico Superior Profissional (CTeSP) e que ao nível do ensino secundário tenham obtido aprovação em pelo menos uma das seguintes áreas relevantes:

  • Português;
  • Matemática;
  • Psicologia;
  • Sociologia.

Caso não se verifique a aprovação numa destas áreas, o candidato terá de realizar uma prova de avaliação de conhecimentos que incide sobre os conhecimentos correspondentes ao nível do ensino secundário numa das áreas relevantes à escolha do candidato.

Ex-Alunos do Grupo Lusófona devem escolher o tipo de candidatura “Titular de CET/CTeSP (Grupo Lusófona)” para usufruírem das condições de desconto aplicáveis.

Documentos a Entregar
  1. Certificado de Habilitações
  2. Documento de Identificação
Calendário de Candidatura

Concurso de Acesso a Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Calendário de Prova de Avaliação de Conhecimentos
(Exclusivo para os candidatos que não obtiveram aprovação numa das áreas relevantes)

Seriação & Colocação

Os candidatos serão seriados com base na classificação final do CeT/CTeSP convertida numa escala de 0 a 200 com uma nota mínima de 95 pontos ou com base no resultado da prova de avaliação de conhecimentos. Os candidatos serão ordenados por ordem decrescente das respetivas classificações, sendo a sua colocação feita nas vagas existentes.

As listas de colocação serão tornadas públicas e com os resultados expressos da seguinte forma:

  1. Colocado
  2. Não colocado
  3. Excluído da candidatura
Mais Informações

Para mais informações, consulte o Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Titular de Curso Superior

Para candidatos que sejam titulares de um grau de Ensino Superior e que ao nível do ensino secundário tenham obtido aprovação em pelo menos uma das seguintes áreas relevantes:

  • Português;
  • Matemática;
  • Psicologia;
  • Sociologia.

Caso não se verifique a aprovação numa destas áreas, o candidato terá de realizar uma prova de avaliação de conhecimentos que incide sobre os conhecimentos correspondentes ao nível do ensino secundário numa das áreas relevantes à escolha do candidato.

Os Ex-Alunos do Grupo Lusófona devem escolher o tipo de candidatura “Titular de Curso Superior (Grupo Lusófona)” para usufruírem das condições de desconto aplicáveis.

Documentos a Entregar

  1. Certificado de Habilitações do Ensino Superior
  2. Documento de Identificação
Calendário de Candidatura

Concurso de Acesso a Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Calendário de Prova de Avaliação de Conhecimentos
(Exclusivo para os candidatos que não obtiveram aprovação numa das áreas relevantes)

Seriação & Colocação

Os candidatos serão seriados com base na classificação final do Curso Superior convertida numa escala de 0 a 200 com uma nota mínima de 95 pontos ou com base no resultado da prova de avaliação de conhecimentos. Os candidatos serão ordenados por ordem decrescente das respetivas classificações, sendo a sua colocação feita nas vagas existentes.

As listas de colocação serão tornadas públicas e com os resultados expressos da seguinte forma:

  1. Colocado
  2. Não colocado
  3. Excluído da candidatura
Mais Informações

Para mais informações, consulte o Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Aluno Externo

Não precisas de ser aluno do Ensino Superior para frequentar as nossas Unidades Curriculares! O disposto no artigo 46º-A do Decreto-Lei nº 63/2016, de 13 de Setembro, faculta a possibilidade de inscrição em unidades curriculares, por parte de qualquer interessado.

Documentos a Entregar
  1. Certificado de Habilitações
  2. Documento de Identificação
Calendário de Candidatura

A candidatura para a frequência de unidades curriculares na ESE Almeida Garrett pode ser realizada em qualquer altura do ano letivo. No entanto a frequência de unidades curriculares em regime de avaliação contínua poderá exigir que os alunos as frequentem desde o início de cada semestre.

Mais Informações

Para mais informações, consulte o Regulamento de Admissão de Alunos Externos

Contacte-nos

Envie-nos por favor a sua dúvida ou questão, através do seguinte formulário.

Contacte-nos

Envie-nos por favor a sua dúvida ou questão, através do seguinte formulário.