Didática das Ciências da Natureza

Curso da Unidade Curricular: Licenciatura em Educação Básica
Grau
: Licenciatura

Ano: 3º Ano
Duração: Semestral
ECTS: 3
Tipo de unidade curricular: Obrigatória

Língua de lecionação: Português

Total de horas de Trabalho: 84 horas
Tempo de Contacto: 30 horas

Pré-requisitos e co-requisitos: Não aplicável
Precedências: Não
Estágio escolar: Não

Conteúdos Programáticos

Didática das Ciências: conceito(s), perspetivas e objeto de estudo; linhas de investigação; implicações na formação de professores.

Educação em Ciência: importância, finalidades da Educação em Ciência no Pré-Escolar e nos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico; Literacia Científica, cultura científica e tecnológica para todas as crianças; contextos formais/não formais de ensino/aprendizagem das Ciências da Natureza.

Construção de um saber profissional: sócio construtivismo/aprendizagem das Ciências; conceções alternativas e estratégias de mudança concetual; características do ensino por pesquisa; abordagem Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente; trabalho científico nos primeiros anos de escolaridade; avaliação aprendizagens dos alunos.

A planificação de unidades de Ciências da Natureza e a construção de cenários de aprendizagem no âmbito da gestão curricular em Ciências da Natureza.

Práticas de sala de aula: articulação entre teoria, observação, experimentação e avaliação perspetiva de investigação-ação.

Objetivos de Aprendizagem
(Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir)

O conceito de didática das ciências nas suas diferentes vertentes e refletir sobre a investigação em didática das ciências com vista à sua aplicação na prática pedagógica.

Reconhecer a importância da Educação em Ciência nos alunos do Pré-Escolar e dos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico.

Conhecer as orientações atuais da Educação em Ciência, nomeadamente as orientadas para o desenvolvimento de uma cultura científica e tecnológica dos cidadãos em prol de uma cidadania ativa, participativa e responsável.

Promover a mobilização do conhecimento científico com vista à integração de conhecimentos, capacidades e atitudes numa perspetiva inovadora de exploração e de desenho de cenários de aprendizagem adequados ao desenvolvimento de situações potenciadoras das aprendizagens em Ciência nos alunos do Pré-Escolar e dos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico.

Desenvolver capacidades de autonomia e de colaboração através do desenho de projetos individuais ou de grupo a implementar em contextos educativos.

Metodologias de ensino e avaliação

Realização de micro e macro trabalhos individuais e de grupo, com uma forte componente de recolha bibliográfica e respetiva recensão crítica sobre as temáticas do programa. A discussão e debate de ideias, a pesquisa orientada, individual e de grupo, bem como a resolução de problemas e as atividades de caráter investigativo tendo na base uma lógica de trabalho cooperativo e colaborativo e como meta o desenho de cenários de aprendizagem previstos no programa.

A avaliação terá na base a assiduidade, a participação ativa e relevante nas sessões presenciais (25%), a qualidade da apresentação em sala de aula de trabalhos individuais e de grupo (25%), a construção de um portfólio com uma coleção organizada e devidamente planeada de trabalhos produzidos pelo aluno, individualmente ou em grupo e que permita proporcionar uma visão tão alargada e detalhada quanto possível das diferentes componentes do seu desenvolvimento (cognitivo, metacognitivo e afetivo) (25%) e um teste final (25%).

Bibliografia principal

Cachapuz, A.; Praia, J. & Jorge, M. (2000) Ciência, educação em ciência e ensino das ciências. Lisboa: Ministério da Educação.

Cachapuz et al. (2001) A emergência da didática das ciências como campo específico de conhecimento. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 1, p. 155-195.

Cachapuz, A., Praia, J. & Jorge, M. (2002).Ciência, Educação em Ciência e Ensino das Ciências. Lisboa: Ministério da Educação.

Cachapuz, A.; Paixão, F.; Lopes, J. & Guerra, C. (2008) Do Estado da Arte da Pesquisa em Educação em Ciências:

Chauvel, D., & Michel, V. (2006). Brincar com as Ciências no Jardim-de-Infância. Como explicar fenómenos complexos de forma simples. Porto: Porto Editora.

Galvão, C. & Reis, P. (2008). A promoção do interesse e da relevância do ensino da ciência através da discussão de controvérsias socio científicas. In Ciência-Tecnologia-Sociedade no Ensino das Ciências.

Educação Científica e Desenvolvimento Sustentável, 131 – 135. Aveiro: Universidade de Aveiro.

Contacte-nos

Envie-nos por favor a sua dúvida ou questão, através do seguinte formulário.



[mc4wp_checkbox]